Boa tarde!           Quarta 18/01/2017     16:12
Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos: Nome Email

SINPEEM participa da Jornada Nacional de Luta e vai a Brasília no dia 13/09

        Centrais sindicais unificam ações contra PL nº 257/16, PEC nº 241/16 e a reforma da Previdência. Conforme decisão de assembleia realizada no dia 26/08, o SINPEEM, vai a Brasília em caravana e participará do ATO NACIONAL UNIFICADO no dia 13/09, agora aprovado por todas as centrais sindicais.

        Na assembleia geral do dia 26/08 foi aprovado que a categoria continuaria na luta contra o PL nº 257/16, a PEC nº 241/16 e a reforma da Previdência, participando da Jornada Nacional de Luta, com caravana e manifestação em Brasília, convocadas e organizadas unitariamente pelas centrais sindicais, posto que os dois projetos e a PEC têm abrangência nacional e afetam os direitos de todos os trabalhadores públicos e também da iniciativa privada. A categoria deveria, por decisão da assembleia, ser convocada para a data que fosse unificada pelas centrais, preparatória para a realização da greve geral dos trabalhadores 

        No dia 29/08 foi realizada reunião de representantes do SINPEEM, na Casa de Portugal. Na ocasião, a discussão foi em torno de datas para a realização de ações unificadas contra os projetos do governo Temer.


CENTRAIS SINDICAIS SE UNEM PARA REALIZAR 
MARCHA A BRASÍLIA DE 12 A 14 DE SETEMBRO

        Após o desencontro de informações das centrais sindicais, elas resolveram unir suas ações e, na manhã desta sexta-feira (02/09), enviaram às entidades filiadas cartaz convocando os servidores públicos federais, estaduais e municipais para participar da jornada nacional de luta, que será realizada em Brasília nos dias 12, 13 e 14 de setembro.

        O SINPEEM, filiado à CUT e à CNTE, atendendo ao que foi deliberado na assembleia de 26/08, participará, no dia 13/09, do ATO NACIONAL UNIFICADO da Jornada Nacional de Luta, com caravana a Brasília, dizendo não à PEC nº 241/16, ao PL nº 257/16 e contra a reforma da Previdência. 

         Nenhum direito a menos!


A DIRETORIA
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home