Boa noite!           Terça 21/02/2017     04:30
Cadastre seu e-mail e receba nossos informativos: Nome Email

16/09/2016 - CUT e demais centrais sindicais decidem: 22/09 – Dia Nacional de Paralisação rumo à greve geral

Manifestação unificada, a partir das 16 horas,  no vão livre do Masp, na avenida Paulista

        Nossa assembleia, realizada em 26 de agosto, decidiu participar das atividades organizadas em conjunto pelas centrais sindicais, contra o PL nº 257/16 a PEC nº 241/16 e a reforma da Previdência que retiram direitos.

        O PL nº 257/16 e a PEC nº 241/16 – que dispõem, respectivamente, sobre a renegociação das dívidas dos Estados e do Distrito Federal e sobre a contenção de despesas pelos próximos 20 anos pelos poderes da República, Estados e Municípios, além de retirarem direitos dos servidores públicos  implicam na desvinculação de receitas obrigatórias para a manutenção e desenvolvimento do ensino e precisam ter a reação organizada das entidades de profissionais de educação de todo o Brasil. 

         A CNTE pode e queremos que desempenhe este papel de organizar a reação e luta nacional em defesa da educação, da aposentadoria do magistério e dos demais servidores.

        A primeira atividade unificada da Jornada Nacional de Luta ocorreu no dia 13 de setembro. O SINPEEM realizou caravana e esteve em Brasília no ato nacional “NENHUM DIREITO A MENOS”, contra o PL nº 257/16, a PEC nº 241/16 e a reforma da Previdência.


SINPEEM PARTICIPA DO DIA NACIONAL DE PARALISAÇÃO APROVADO PELA CUT

        No dia 14 de setembro foi realizada reunião da CUT para organizar encaminhamentos decididos com as demais centrais sindicais para organizar o Dia Nacional de Paralisação. Decisão necessária para a divulgação pelo SINPEEM, atendendo ao aprovado em nossa assembleia geral realizada no dia 26 de agosto: - “O SINPEEM PARTICIPARÁ DA LUTA ORGANIZADA UNITARIAMENTE PELAS CENTRAIS SINDICAIS” contra o PL nº 257, a PEC nº 241 e a reforma da Previdência, que retiram direitos.

        Nessa reunião não só foi decidida a ratificação do Dia Nacional de Paralisação, como também a indicação da realização de manifestações locais.

        Em São Paulo, em 22 de setembro, Dia Nacional de Paralisação, haverá manifestação unificada, que reunirá profissionais de educação, servidores públicos e demais trabalhadores da iniciativa privada, com concentração a partir das 16 hora, no vão livre do Masp.


CONTRA O PL 257/16 E A PEC 241 
EM DEFESA DAS VERBAS DA EDUCAÇÃO
CONTRA AS REFORMAS DA PREVIDÊNCIA E TRABALHISTA

22/09 - DIA NACIONAL DE PARALISAÇÃO
MANIFESTAÇÃO UNIFICADA – CONCENTRAÇÃO A PARTIR 
DAS 16 HORAS, NO VÃO LIVRE DO MASP (AV. PAULISTA)


A DIRETORIA
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home