A princesa negra dos cachinhos de ouro

   Segundo a escritora Clarinda de Moura, o livro evidencia a importância do respeito às diferenças.

   Aninha é sonhadora, mas enfrenta sem medo as verdades impostas pelo preconceito, provando que a cor não importa. O que vale é o que vem do coração e o desejo de desfilar pelas passarelas de um mundo que busca a união.

 Com amor, ela não desiste de lutar para desfilar e mostrar sua beleza, sua cor, sua busca pela igualdade racial para construir um mundo especial.

        Mais informações nos e-mails: claralibra@ig.com.br e clarinda-moura@bol.com.br
Voltar Topo Enviar a um amigo Imprimir Home